Setorial - Nossa terra no ar.
08 de julho de 2016 08:57

Venda de lâmpadas incandescentes é proibida

Por Redação

Já estão proibidas as vendas das lâmpadas incandescentes com potência entre 40 e 61w nos comércios. Esses modelos, que tem consumo de energia muito maior, há seis anos eram utilizados em mais de 70% dos lares brasileiros. Atualmente, menos de 30% ainda usam esse tipo de iluminação.

A portaria que proíbe a fabricação e comercialização dessas lâmpadas é de 2010. Aos poucos elas foram retiradas do mercado devido a potência. A meta é que em 2017 não haja mais lâmpadas incandescentes no comércio brasileiro. Os modelos foram substituídos pelos de LED, que economizam 85% mais de energia e duram mais tempo. A vida útil de uma incandescente é de 1.000 horas, ou seja, cerca de um ano. Já a lâmpada de LED dura aproximadamente 25 anos.

De acordo com o Inmetro, uma casa com 8 lâmpadas de LED gera uma economia de R$ 520 na conta de luz. Em dez anos, esse valor pode chegar a R$ 5.700,00.

O Instituto vai fiscalizar o comércio e quem não atender a legislação pode levar multa que varia de R$ 100 a R$ 1,5 milhão.

 

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*