Setorial - Nossa terra no ar.
24 de junho de 2016 08:58

Temer anuncia importação de feijão ao país

Em 2016 até maio, produto registrou alta de 33,49%

Por Redação

Por meio do Twitter, o presidente em exercício, Michel Temer, informou nesta quarta-feira (22) medidas de estímulo à importação do feijão, para reduzir o preço.

Segundo o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, o governo estuda a retirada de impostos e taxas cobradas dos produtos vindos de países como China e México.

De acordo com o IBGE, o preço do feijão subiu 33,49% no ano até maio. No acumulado dos últimos 12 meses até maio, a alta é de 41,62%.

Maggi deu detalhes da medida, após reunião com Temer no Palácio do Planalto. Ele informou que não há tarifa para a importação de feijão dos países do Mercosul, mas que ela existe para outros países, como México e China, e estão sendo retiradas pelo governo.

“Por sugestão do presidente Temer, vamos, através do Planejamento e da Fazenda, retirar os impostos e taxas cobrados de outros lugares, da China e México, além de outros países também”, disse.

Os comentários para este conteúdo estão encerrados.