Setorial - Nossa terra no ar.
09 de setembro de 2016 08:31

Supremo rejeita pedido de Cunha e mantém processo de cassação

Deputado afastado queria a suspensão do processo

Por Redação

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou nesta quinta-feira (8), por 10 votos a 1, recurso do deputado federal afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para suspender o processo de cassação de que ele é alvo na Câmara.

A Corte alegou que não houve ilegalidades durante o processo. O único a concordar com os argumentos dos advogados do deputado foi o ministro Marco Aurélio Mello.

Para Barroso, a matéria cabe tratamento interno da Câmara, sem intervenções do Judiciário.

“Se a interpretação dada pela Casa Legislativa for razoável, não for absurda, o STF não interfere em miudezas de votação nominal ou eletrônica”, disse.

Cunha responde ao processo de cassação por quebra de decoro parlamentar sob a acusação de ter mentido à CPI da Petrobras, em março de 2015, sobre a existência de contas correntes na Suíça em seu nome. A previsão é de que os deputados analisem o pedido de cassação de Cunha na próxima segunda-feira (12).

Os comentários para este conteúdo estão encerrados.