Setorial - Nossa terra no ar.
12 de maio de 2016 08:51

Dilma é afastada da Presidência por até 180 dias

Senadores aprovaram a admissibilidade do processo por 55 votos a 22

Por Redação

O Senado aprovou por 55 votos a 22 a admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, na manhã desta quinta-feira (12).  Durante a sessão, que começou às 10h dessa quarta-feira (10), 71 senadores subiram à tribuna e falaram por até 15 minutos.

Com a decisão, a petista é afastada do cargo por até 180 dias, prazo no qual o processo será aberto e analisado pelo Senado. Ainda nesta quinta-feira Dilma será notificada e terá que deixar suas funções. Durante esse período, o vice-presidente Michel Temer (PMDB) assume o poder como presidente interino.  Caso o impeachment seja consumado, ele assumirá a cadeira definitivamente.

É a segunda vez que o Senado decide afastar do cargo um presidente da República eleito pelo voto popular, 24 anos depois da queda de Fernando Collor de Mello.

Apesar do afastamento, Dilma ainda terá o direito à residência oficial do Palácio da Alvorada, segurança pessoal, assistência saúde, remuneração, transporte aéreo e terrestre e equipe a serviço do gabinete pessoal da Presidência.

Para o impedimento definitivo de Dilma é preciso voto favorável de 54 (dois terços) dos 81 senadores, em julgamento que ainda não tem nada para ocorrer.

Os comentários para este conteúdo estão encerrados.