Setorial - Nossa terra no ar.
29 de junho de 2016 14:46

Contas do governo têm maior déficit primário para maio

O rombo recorde no mês foi de R$ 15,5 bilhões

Por Redação

O Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) registrou, em maio, déficit primário de R$ 15,49 bilhões, o pior resultado para o mês desde o início da série histórica, em 1997. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (28) pela Secretaria do Tesouro Nacional.

O maior déficit para meses de maio havia sido registrado em 2014, quando o rombo chegou a R$ 10,44 bilhões. No mesmo período de 2015, também houve déficit, de R$ 8,07 bilhões.

A queda da arrecadação provocada pelo agravamento da crise econômica ainda é a principal causa do aumento do déficit primário em 2016. Apesar da queda, os números do Tesouro mostram que as despesas públicas continuam crescendo este ano. Em maio, avançaram 7,3% sobre o mesmo mês do ano passado.

De janeiro a maio, as contas registraram um rombo inédito de R$ 23,77 bilhões. Foi o primeiro déficit registrado para os cinco primeiros meses de um ano desde o início da série histórica, em 1997. Até então, o pior resultado havia ocorrido em 1997 (superávit de R$ 3,01 bilhões).

Os comentários para este conteúdo estão encerrados.