Setorial - Nossa terra no ar.
26 de fevereiro de 2014 08:48

Ubatuba intensifica ações de prevenção e controle da dengue e derruba número de casos

Número de casos caiu de 63 em janeiro / fevereiro de 2013 para apenas 11 no mesmo período deste ano

Por Redação

Desde o segundo semestre do ano passado, a prefeitura de Ubatuba intensificou as ações de prevenção e controle da Dengue no município e o resultado foi extremamente positivo.

Em janeiro de 2013, a cada 100 casas visitadas pela equipe da secretaria de Saúde, cerca de nove contavam com larvas do mosquito Aedes aegipty. Em janeiro deste ano, o número caiu para três casas.

Ao mesmo tempo, entre janeiro e fevereiro de 2013, foram registrados 63 casos da doença no município. Já entre janeiro e fevereiro de 2014, o número foi de 11 casos confirmados.

Para Jorge Ribeiro, coordenador de vigilâncias, o resultado positivo é fruto de um trabalho que une população e Prefeitura. “Comemoramos o resultado, mas não baixamos a guarda. A chave do sucesso, temos certeza, vem do apoio da população, que respeita e elogia nossas ações por onde passamos”, afirma Ribeiro.

Trabalho em 3 frentes

O Controle de Endemias da prefeitura de Ubatuba trabalha em três frentes no sentido de combater e prevenir a dengue.

A principal frente de combate é o Bloqueio / Controle de Criadouros e Nebulização, que consiste na investigação do caso suspeito, vistoria num raio de 500 metros da residência e aplicação de inseticida, sempre de acordo com as normas técnicas. Nos últimos 15 dias, por exemplo, nove localidades receberam aplicação do inseticida.

A segunda frente se dá na vistoria dos depósitos de reciclagens. A equipe organizou um cadastro com 32 depósitos, tanto formais (grandes depósitos) como informais (morador que acumula material no quintal).

Desde agosto de 2013, esses locais são vistoriados periodicamente e o procedimento adotado é a remoção correta dos objetos e a aplicação larvicida. Alguns dos grandes depósitos da cidade foram autuados e obrigados a fazer as adequações necessárias.

A equipe também vem vistoriando quinzenalmente os comércios do setor do turismo. Como os estabelecimentos recebem pessoas – possivelmente infectadas – de todas as partes do Brasil, os mosquitos podem ser infectados e a intenção é prevenir sua proliferação.

Já a terceira frente de combate é composta por mutirões constantes. Eles começaram no início de janeiro, com intensificação aos sábados, para não atrapalharem a rotina de atividades. Durante a ação, foi possível ver a dimensão do problema dos “criadouros de rua”.

Em alguns bairros, foram retirados mais de 100 sacos de criadouros. Para minimizar esta situação, a equipe de Informação, Educação e Comunicação de Supervisão de Vigilância em Saúde desenvolveu recentes ações nas escolas e comunidades e apresentou o Plano de Trabalho para o ano de 2014, que contemplará a Pré-Escola (Teatro de fantoches), o Ensino fundamental (Palestra e Quizz da Dengue) e o EJA- Educação de Jovens e Adultos.

“Estamos investindo também em educação e mobilização social, precisamos fazer com que a população seja nossa aliada nesta luta contra a Dengue” Benedito Carlos (Chandeco) diretor tecnico do dpto vilgilancia ambiental.

Todos Contra a Dengue

No próximo dia 8 de março, acontece a gincana Todos Contra a Dengue. A iniciativa é uma parceria entre o Departamento de Vigilância em Saúde, Agentes de Saúde do PSF e a Guarda Mirim de Ubatuba, representada pelo graduado Nicolas Prado.

A gincana acontece simultaneamente nos bairros do Ipiranguinha e Estufa 2, locais que abrigam a sede da Guarda Mirim, e consiste na eliminação de criadouros em forma de mutirão.

Serão formados grupos de até quinze Guardas, um Agente de Endemias e um Agente de Saúde. O grupo que eliminar o maior número de criadouros participa de um evento promovido pelos graduados da Guarda Mirim.

“A Guarda Mirim tem papel social importantíssimo pois forma cidadãos conscientes. E o combate a dengue é dever de um bom cidadão”, diz Nicolas Prado.

 

 

 

Fonte: Prefeitura de Ubatuba

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*