Setorial - Nossa terra no ar.
01 de julho de 2014 14:55

COI inicia operações em Taubaté

Por Redação

COI_02A Prefeitura de Taubaté inaugurou nesta segunda-feira, dia 30, o COI (Centro de Operações Integradas), que é um moderno centro de vigilância por câmeras, que integrará de forma progressiva o trabalho de todas as forças de segurança e assistência da cidade (Polícia Militar, Guarda Municipal, Bombeiros, Defesa Civil, Assistência Social, etc.). Além de aumentar consideravelmente as áreas de vigilância, o COI permite uma ação mais rápida e efetiva das forças de segurança, que agora trabalharão de forma coordenada e sem suposições.

Como funciona o COI?

A prefeitura instalou 100 câmeras de última geração em pontos estratégicos da cidade. Elas estão conectadas a um centro de monitoramento que funciona 24 horas, todos os dias do ano, no prédio da CTI. Frente a qualquer incidente, situação suspeita ou potencialmente perigosa (tentativa de roubo, acidente, pessoas abandonadas na rua, incêndios, etc.), o COI alerta de forma imediata o apoio correspondente.

O que faz o COI?

Tudo que possa ameaçar a segurança e tranquilidade das famílias de Taubaté é assunto do COI. Por exemplo:

• Prevenção do delito: ao identificar alguma pessoa ou grupo em atitude suspeita, o COI aciona a viatura mais próxima para ir até o local conferir a situação antes mesmo que o possível delito aconteça.

• Combate ao crime: em cidades do porte de Taubaté a polícia não pode estar em todas as partes ao mesmo tempo. O auxílio das câmeras de segurança é fundamental para ampliar a ação da polícia. Quando as câmeras detectam um delito, o COI aciona a PM de forma imediata.

• Combate à impunidade: nem sempre o COI pode evitar que um crime seja cometido. Mas pode evitar que um crime fique impune. Todas as imagens captadas pelas câmeras são gravadas, o que permite identificar os delinquentes e facilita a captura por parte da polícia. As imagens do COI também servem como prova para que a justiça possa condenar os bandidos.

• Acidentes em via pública: o COI aciona a ambulância para socorrer as vítimas, agentes de trânsito para coordenar o local, polícia e bombeiro se for necessário.

• Luta contra a exploração infantil: ao identificar menores sendo usados por adultos para algum tipo de trabalho, como pedir dinheiro em semáforos, o COI aciona o Conselho Tutelar, que vai até o local fiscalizar.

• Assistência social: ao identificar alguma situação que coloque a vida de qualquer cidadão em risco (moradores de rua precisando de ajuda, crianças abandonadas, etc.), o COI acionará a Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social para assistir de forma imediata as pessoas em situação de risco social.

• Preservar o convívio social: muitos fatos que mais incomodam o dia a dia das pessoas são pequenas transgressões como, por exemplo, carros mal estacionados bloqueando garagens ou saídas, descarte de entulho ou lixo em lugares proibidos e outros. O COI vai poder identificar essas situações e acionar distintas áreas da Prefeitura.

Como se dIstrIbuíram as câmeras do COI?

As câmeras estão sendo instaladas em locais escolhidos com base no índice de criminalidade do município, indicado pela Polícia Militar. Inicialmente foram instaladas 100 câmeras de monitoramento nas áreas com maior número de ocorrências de delitos.

Por que o COI?

Porque o COI vai ajudar a melhorar muito a segurança em Taubaté. Veja os avanços e os desafios que temos pela frente.

Em 2013, a Prefeitura de Taubaté implantou a Atividade Delegada e colocou mais 150 policiais militares nas ruas da cidade, além da compra de bicicletas, motos e caminhonetes para aumentar o patrulhamento nos bairros de Taubaté.

Os primeiros resultados não tardaram em aparecer. Segundo a Polícia Militar, comparando os anos de 2012 com 2013, há uma redução nos crimes de homicídio doloso (-11%), lesão corporal dolosa e culposa (-13%), latrocínio (-83%), tráfico de entorpecentes (-16%) e roubo e furto de veículos (-20%).

Entretanto, ainda tivemos aumento nos índices de tentativa de homicídio (4%), estupro (26%) e roubo/outros (9%), o que comprova a necessidade de continuar investindo em segurança.

Por isso, o COI chega para auxiliar no setor de inteligência, pois acompanhando as ações criminosas, além de surpreender em flagrante, será possível monitorar e gravar outros movimentos do crime, como no caso do tráfico de drogas.

O custo do sistema completo foi de R$ 7 milhões.

 

Fonte: Prefeitura de Taubaté

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*