Setorial - Nossa terra no ar.
21 de agosto de 2017 15:55

Liberdade Religiosa

Por Redação

O Tribunal Superior do Trabalho entendeu que o DER de Minas Gerais não podia despedir por justa causa a trabalhadora Adventista que não aceitou trabalhar no sábado, alegando princípios religiosos.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*