Setorial - Nossa terra no ar.
14 de maio de 2014 08:46

Mais de 6 mil pacientes do grupo de risco precisam ser imunizados em Pinda

Por Redação
Foto: Marcos Vinícios Cuba
Foto: Marcos Vinícios Cuba

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe teve início em abril e deveria ser encerrada no dia 9 de maio, conforme o calendário previsto pelo Ministério da Saúde, no entanto, a vacinação foi prorrogada no país inteiro, porque até o momento não foi atingida a meta, que é imunizar pelo menos 80 % do público-alvo.

A equipe de vacinação de Pindamonhangaba precisa vacinar mais de seis mil pacientes do grupo de risco, que são as crianças que têm entre seis meses de idade e menores de cinco anos, trabalhadores de saúde, gestantes, adultos com mais de 60 anos, mulheres que estão no período pós-parto, até 45 dias, e pacientes com doenças crônicas.

Até o momento o município garantiu a imunização de 24.800 pindenses, terão que receber a dose pelo menos 31 mil. Para receber a vacina basta procurar a unidade de saúde mais próxima.

Os pais dos menores deverão levar a caderneta de vacinação, pacientes com doenças crônicas terão que apresentar a receita médica e os adultos com mais de 60 anos o RG. Já as gestantes devem apresentar comprovante de gestação, que pode ser atestado médico, carteirinha de gestante ou o resultado de exame positivo.

Karen Rodrigues é mãe de Alice, que tem 1 ano e seis meses. A pequena recebeu a dose na tarde de segunda-feira (13) e Karen garante que a vacina é muito boa e importante para que as crianças não adoeçam. “Ela nunca ficou gripada, desde quando nasceu eu a trago para ser imunizada, não só na campanha contra a gripe, mas em todas que são realizadas, a saúde é muito importante”.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*