Setorial - Nossa terra no ar.
10 de junho de 2014 09:36

Contrato de 800 milhões com a CEF garante BRT para São José

Por Redação

Em evento realizado com a presença do Ministro das Cidades, Gilberto Occhi, a Prefeitura assinou nesta segunda-feira (9) com a Caixa Econômica Federal (CEF) o contrato para o financiamento de R$ 800 milhões para a implantação do BRT na cidade. A cerimônia foi realizada no escritório regional da CEF em São José dos Campos

O BRT é um sistema de transporte rápido por ônibus que utiliza vias segregadas para circulação do transporte público, retirando-o do trânsito com outros veículos, para oferecer à população deslocamentos mais rápidos, seguros, confortáveis e a custos compatíveis.

O prefeito de São José dos Campos destacou a importância da assinatura desse contrato para a cidade. “O tema da mobilidade urbana hoje é um tema central no Brasil. Foi uma grande demanda da sociedade, atendida e entendida pelo governo federal. Cabe a todos nós atender a esses anseios da população”, disse o prefeito.

O ministro das Cidades comentou que “esse é um projeto que tem sido em termos de meta física o maior que nós temos no Brasil inteiro. É uma excelente opção e a população vai ficar satisfeita com um transporte rápido, com qualidade, com uma tarifa justa e também ele vai conseguir ganhar um tempo significativo em sua locomoção, seja para o trabalho, seja pra escola ou seja pro lazer”.

Além do financiamento, obtido por meio do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), do governo federal, a administração municipal participará do investimento com uma contrapartida R$ 42 milhões. Com o total de R$ 842 milhões, serão construídos 51 quilômetros de corredores exclusivos para o transporte coletivo por meio do BRT.

Projeto e obras

A partir da assinatura do contrato será aberta a licitação para escolha da empresa que fará o projeto e as obras. A expectativa é que a companhia seja contrata até o final deste ano para que, em 2015, sejam iniciadas as obras.

A proposta atual para o sistema prevê sete eixos-principais nas avenidas Pedro Friggi (zona leste), Andrômeda (zona sul), Estrada Velha (zona sul), Astronautas (zona sudeste) e em regiões como Santana (zona norte) e Centro (com dois corredores na região central). Além das vias, a obra contemplará transposições sobre a Via Dutra e pistas somente para bicicletas, as ciclovias.

O sistema prevê ainda estações de embarque e desembarque, monitoramento central dos ônibus por GPS, semáforos inteligentes com passagem exclusivas para os coletivos, integração de todo o sistema de transporte público e informação em tempo real para o usuário.

A exemplo do que é realizado hoje no metrô, o BRT terá ainda o pré-embarque em nível, quando os passageiros pagam a passagem antes e embarcam todos ao mesmo tempo em todas as portas disponíveis.

Atualmente cidades como Curitiba, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Bogotá, na Colômbia, já contam com o BRT.

 

Fonte: Prefeitura de SJC

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*